31 outubro 2007

A mudança


Costuma-se dizer que um homem pode mudar de emprego, de casa, de camisa, de automóvel, de quase tudo, mas que não muda de clube.

Tenho um amigo que hoje vai demonstrar que a frase anterior não é inteiramente verdadeira: vai formalizar a sua mudança de clube!

A decisão que hoje vai ser levada à prática fora já decidida há uns tempos e era conhecida de um grupo restrito de familiares e amigos. Como todas as decisões importantes da vida, há já algumas semanas que andava a ser preparada, tendo-se tomado todas as cautelas e preparado tudo o que havia a preparar, no sentido de que tudo corra bem com esta mudança.

A preparação necessária para que tudo corra bem determinou mesmo que esse meu amigo tivesse tido que limitar fortemente algumas das suas actividades, designadamente uma de carácter público: a publicação de textos no A Partir Pedra!

Esse meu amigo – já perceberam – é o José Ruah. E não, não muda a sua afeição pelo Glorioso... A mudança decidida e agora formalizada é outra: hoje gloriosamente abandona o clube dos solteiros e vem reforçar o clube dos casados!

A formalização do acto vai ocorrer a partir das 18 horas e dará direito a festa até às tantas!

Neste dia, que auguro benfazejo, para além da expressão da minha alegria, aqui deixo ao José Ruah, com um significado que ele bem entenderá, apenas um voto:

Estrela feliz te acompanhe e te dê merecida felicidade!

Rui Bandeira

5 comentários:

Simple disse...

@ José Ruah

Muitos parabéns, e muitas felicidades! Bem-vindo ao "clube"! Agora imagino que só faltará aderir ao "clube dos papás"...

Um forte abraço,
Simple Aureole

P.S: Por falar em paternidade, uma vez presumo que o José Ruah não terá grande experiência para me responder (e estou certo de que não terá, de qualquer modo, disponibilidade para me responder nos próximos tempos), aproveito para dirigir antes aos restantes "blogueiros" a pergunta que fiz aqui.

NuNo_R disse...

bOAs...

Parabéns ao José e muitas Felicidades.

Desejo-lhe o mesmo que para o meu casamento.
Felicidade, Alegria e Muita Paciência.
Se houver paciência, logo Amor e Carinho não faltarão nunca...


Abraços Profanos

José Ruah disse...

Caros Simple e Aureole

Muito obrigado pelas vossas palavras.

Qunato a clube dos papás, embora nao se deva dizer que dessa agua nao beberei, as hipoteses sao remotas, muito remotas.


Quanto à paciencia, essa sim é umas das questoes maiores. acho que depois de 16 anos na Maçonaria tenho agora estofo e paciencia para o casamento.

Quanto a tempo e disponibilidade para escrever, espero poder recomeçar já na proxima semana.

Simple disse...

Caro José Ruah:

Quanto às "hipóteses remotas", só teço um comentário: em plena lua-de-mel e agarrado ao computador?! Ai, que já não se fazem noivos "como no meu tempo"... Vá, depressa ter com a sua menina, em cima do cavalo branco e de rosas vermelhas em punho, que estes primeiros dias não são para blogues! :)

Um grande abraço,
Simple Aureole

José Ruah disse...

Vá por mim que eu sei o que digo.

E mais nao digo