05 julho 2018

Jerônimo Borges (1942-2018) - In memoriam


Não o conheci pessoalmente. Nunca falei com ele de viva voz. Trocámos algumas mensagens de correio eletrónico e acompanhávamos mutuamente os respetivos trabalhos publicados em relação à Maçonaria. Tanto bastou para que nutrisse por ele um grande respeito e consideração. Partiu ontem para o Oriente Eterno. É mais um insubstituível que teremos de aprender a substituir!

Jerônimo Borges, brasileiro de Santa Catarina, não perdia uma oportunidade de gabar a sua Florianópolis. Foi juiz e foi maçom. Quando se aposentou da magistratura, entendeu por bem passar a aproveitar o tempo que passara a ter disponível para criar e manter, durante anos, o que será, durante muito tempo, um marco da imprensa maçónica em língua portuguesa, o informativo maçónico JB News. Durante anos, diariamente caía nas caixas de correio eletrónico de todos os que se tinham inscrito para receber, o número dessa jornada do JB News. Dia após dia. De inverno e de verão. Em época de trabalho e em período de férias. Em dias de trabalho e em dias de descanso. O JB News, durante anos, era algo que todos os seus subscritores tinham por certo.

Nas colunas do JB News se publicou, em língua portuguesa, muito do que de bom se produziu relativamente à Arte Real. Foi através do JB News que alguns maçons europeus tomaram conhecimento do muito que, com qualidade, se estudava e escrevia sobre Maçonaria no Brasil. Foi através do JB News que muitos Irmãos brasileiros conheceram algo do que sobre Maçonaria se produz em Portugal.

Como editor do JB News, Jerônimo Borges foi um exemplo de qualidade e persistência. Notável como, durante anos a fio assegurou, sozinho com o seu teclado e o seu computador, a edição e difusão diária do informativo. Mesmo em férias, não folgava: estivesse onde estivesse, só precisava de uma ligação à Internet para enviar o exemplar do dia... Quando viajava, providenciava pelo envio antes de partir ou depois de chegar. Quando, apesar de tudo, não conseguia a diária publicação, no dia seguinte enviava dois números, um do dia em atraso e outro do próprio dia. 

O JB News foi claramente uma paixão, um projeto concebido e executado com gosto. Há uns anos, anunciou que ia deixar de publicar o JB News. Nada que me admirasse. Editar e enviar o informativo, dia após dia dia, ano após ano, só podia esgotar o mais pintado... E a família deveria formular crescentes protestos... E a idade certamente começaria a pesar... E a saúde a dar sinais de fraquejar... Mas o anúncio causou um clamor tal, um tão grande coro de pedidos de reconsideração, que voltou atrás. A paixão continuou ainda a vencer a razão. Por mais algum tempo, não muito, que a realidade impõe-se sempre ao desejo. Um ou dois anos depois, teve de reconhecer que era tempo de parar. Ainda terá tido a ilusão de que o seu JB News poderia ser continuado por outros, em frequência diária ou semanal. Debalde: Jerônimo Borges só havia um... E desfrutar do JB News ers fácil. Editá-lo e distribuí-lo era mais difícil...

Tive a honra de ser convidado por Jerônimo Borges para ser um dos "cronistas residentes" do JB News, na fase final deste. Uma breve troca de mensagens bastou. Combinámos até quando lhe deveria enviar os textos e tudo ficou acertado, Semanalmente, enviava o meu texto. Dois dias depois, no dia acertado lá estava ele publicado. Assim foi até que o Irmão Jerônimo teve de pôr um ponto final no JB News.

Esta publicação ficará como um repositório de muito do que de bom se publicou sobre Maçonaria em língua portuguesa. Alguns - muitos - contribuíram com os seus textos. Um, o Irmão Jerônimo Borges, concebeu, executou e manteve todo o projeto!

Com a cessação da publicação do JB News, parecia que o Irmão Jerônimo se retirara destas lides. Pura ilusão! Poucas semanas volvidas, apareceu, sob sua edição, o ACML News, informativo da Academia Catarinense Maçônica de Letras, que integrava. Sem periodicidade fixa, com um conteúdo mais específico, foi, nitidamente, o alimentar do bichinho do Irmão Jerônimo e a oportunidade de mantermos algum contacto com ele. Há algum, não muito, tempo, dei conta que passara já um anormalmente longo período sem receber o ACML News. Pelos vistos, agora sei porquê...

Jerônimo Borges integrou a Loja Alferes Tiradentes, n.º 20 da Grande Loja de Santa Catarina. Foi também, pelo menos, membro correspondente da Loja Francisco Xavier Ferreira de Pesquisas Maçônicas, a Chico da Botica. Foi, sobretudo, um eminente maçom e um excelente ser humano!

Nesta hora em que se consumou a saída deste plano de existência do Irmão Jerônimo Borges, deste lado europeu do Atlântico deixo-lhe a minha homenagem de admirador da sua obra. À sua família, dedico uma palavra de conforto. A todos os maçons, formulo uma exortação de que tenham bem presente o seu exemplo!

Rui Bandeira

5 comentários:

Nuno Raimundo disse...

É com pesar que tomo nota do seu falecimento...
A Maçonaria no seu geral e a Lusófona em particular muito terão a agradecer ao enorme labor desenvolvido pelo Irmão JB... que até pelas iniciais do seu nome, muito diz aos maçons...
TAF
NR

Luiz Marcelo Viegas disse...

Repito aqui as palavras que escrevi no O Ponto Dentro do Círculo: nosso irmão Jerônimo era o exemplo do maçom dedicado ao aprimoramento do Homem através do Conhecimento.

Obrigado por tudo que fez por nós, meu querido irmão Jerônimo.

claudio rodrigues disse...

Obrigado, do fundo do meu coração maçônico, por Você, querido Grande Arquiteto do Universo, Ter-me dado a HONRA de conhecer e me aproximar desse NOBRE Ir, quem nos tratávamos de Manos.
O Mano Jerônimo foi próximo a mim, por nosso recíproco Amor Fraterno. Esteve em minha casa, o levei à porta da Loja Fé e Perseverança, antes e no dia de mais uma das Reuniões. Fi-lo com merecida e muita consideração de seu abnegado reconhecimento, Membro Honorário de minha Loja.
Portanto, não podemos "furar a fila de Seu chamamento" quando o Grande Arquiteto do Universo fizer valer a Sua vontade. Quem sabe Ele teve o conhecimento sobre as edições diárias, e onde quer que estivesse o Mano Jerônimo e à qualquer hora, e, - TODOS OS DIAS - que fizesse chuva ou sol, Ele sabia (sempre Ele soube) das Edições do JB NEWS. Quem sabe Ele solicitará ao Mano Jerônimo, nova criação do JB NEWS, agora: JB NEWS DO UNIVERSO.
Muita, muita saudade Mano Jerônimo.
Viva a Felicidade Eterna junto a Ele e com os seus Manos, no Oriente Eterno.
Nunca o esquecerei, Mano Jerônimo.
Cláudio Rodrigues


claudio rodrigues disse...

Obrigado, do fundo do meu coração maçônico, por Você, querido Grande Arquiteto do Universo, Ter-me dado a HONRA de conhecer e me aproximar desse NOBRE Ir, quem nos tratávamos de Manos.
O Mano Jerônimo foi próximo a mim, por nosso recíproco Amor Fraterno. Esteve em minha casa, o levei à porta da Loja Fé e Perseverança, antes e no dia de mais uma das Reuniões. Fi-lo com merecida e muita consideração de seu abnegado reconhecimento, Membro Honorário de minha Loja.
Portanto, não podemos "furar a fila de Seu chamamento" quando o Grande Arquiteto do Universo fizer valer a Sua vontade. Quem sabe Ele teve o conhecimento sobre as edições diárias, e onde quer que estivesse o Mano Jerônimo e à qualquer hora, e, - TODOS OS DIAS - que fizesse chuva ou sol, Ele sabia (sempre Ele soube) das Edições do JB NEWS. Quem sabe Ele solicitará ao Mano Jerônimo, nova criação do JB NEWS, agora: JB NEWS DO UNIVERSO.
Muita, muita saudade Mano Jerônimo.
Viva a Felicidade Eterna junto a Ele e com os seus Manos, no Oriente Eterno.
Nunca o esquecerei, Mano Jerônimo.
Cláudio Rodrigues


Unknown disse...


O nosso querido Irmão Jerônimo foi um Maçom que fez diferença. Veio algumas vezes a Minas Gerais, à nossa Grande Loja Maçônica de Minas Gerais, onde gostava de dizer que se sentia em casa. Chegou uma vez até a desfilar conosco no dia 7 de Setembro. Sempre publicava os nossos escritos e mensagens da Grande Loja no JB News. Deixa uma grande lacuna na cultura e conhecimento maçônicos e, sobretudo, na Fraternidade. Vai fazer enorme falta. Fica a sua grande obra como homem e maçom a marcar indelevelmente a sua rica e construtiva caminhada entre nós. Que o Grande Arquiteto do Universo o receba em sua misericórdia e dê à Cunhada Antônia, filhos, noras e netos conforto e muitas forças para superarem esse momento de tristeza e dor.
Geraldo Eustáquio Coelho de Freitas (Tataco) - Grão-Mestre Ad Vitam da GLMMG.